Fale conosco - Downloads - Notícias
Home
Notícia
<< Voltar

Como o RH contribui para o aumento da produtividade?

24/11/2016 em Notícias
Em tempo de crise, a busca por melhores resultados tem ganhado cada vez mais importância na agenda dos profissionais de Recursos Humanos
Marcelo Canellas, Paulo Monteiro, Luis Patrão Novo e Sônia Reitermann.
Com 70% dos funcionários com menos de 35 anos, a TMF Group, empresa de outsourcing especializada em expansão internacional, precisou reinventar o setor de Recursos Humanos para se adaptar à nova geração, mais dinâmica e participativa. “O papel do RH atualmente é o de unir o tradicional, que tem foco no resultado, pensamento estratégico e disciplina com o moderno, que busca qualidade de vida, autonomia, sentido ao que faz, protagonismo e ser feliz”, explicou Sônia Reitermann, diretora de RH Brasil do grupo, durante evento realizado pela Câmara de Comércio Americana do Rio de Janeiro (AmCham Rio) e TMF Group, nesta quinta-feira (24/11), com abertura e encerramento de Luis Patrão Novo, diretor da Câmara e sócio diretor da TMF.


Na visão da diretora de RH, humanizar as relações na empresa também é fundamental para quem atua no setor. “A única maneira de ter bons resultados é trabalhar com pessoas engajadas, que amam o que fazem. E para isso, é preciso aplicar o clico da humanização: acreditar, praticar, melhorar, engajar e compartilhar”, disse. Além disso, Sônia enfatiza a importância da transparência na tomada de decisões, que, segundo ela, aumenta em 31% a produtividade.


Quem também vê uma ruptura no modelo organizacional das corporações é Paulo Monteiro, mestre em Comunicação e Educação e professor da FGV. “Existe uma defasagem entre ter acesso aos métodos de desenvolvimento de pessoas e mudar a cultura de desenvolvimento de pessoas, a mentalidade das gestões”, afirmou. Monteiro defende que a área de Recursos Humanos deve ser menos burocrática, estática e processual. “Os profissionais da área precisam sair da zona de conforto e diminuir a distância entre a estratégia e o operacional. Porque se não quebrarmos as estruturas organizacionais fechadas estaremos engessando as novas gerações, que ficarão pouco tempo na empresa”, disse ele.


Para o moderador do evento, Marcelo Canellas, sócio responsável pela divisão de consultoria da MCL Recursos Humanos, o profissional da área deve ter três qualidades: competência, habilidade e atitude. “Muitos estão acomodados, principalmente por falta de atitude. E, por isso, não raramente vemos profissionais de RH perdendo o cargo para profissionais de outras áreas”, afirmou. Para Monteiro, a crise do País e do setor é uma oportunidade. “É possível reinventar o RH em autoral. Ou seja, inventar nossos próprios processos, mudar as formas dos livros e dos manuais, ter novas ideais”, disse. Canellas complementa dizendo que “a pessoa pode ter 50 especializações, se não tiver atitude, não conseguirá fazer um trabalho inovador em RH”.


Veja as fotos do evento: http://bit.ly/eventoTMF

Agenda

mantenedores

OURO

PRATA

  • Praça Pio X, 15 / 5º andar – Centro
    CEP: 20040-020 – Rio de Janeiro/RJ
  • + 55 (21) 3213-9200
    Fax: 55 (21) 3213-9201
  • amchamrio@amchamrio.com
Redes AmChamRio
  • COPYRIGHT © 2012.