Fale conosco - Downloads - Notícias
Home
Notícia
<< Voltar

Assembleia da Aaccla reúne 14 câmaras de comércio americanas para debater crescimento econômico da região

01/06/2016 em Notícias
A reunião compõe a programação do Business Future of the Americas, realizado pela AmCham Rio
Assembleia geral da Aaccla, no hotel Sheraton Grand Rio.
Thaiza Pauluze
thaizapauluze@amchamrio.com


A Assembleia Geral da Associação das Câmaras de Comércio Americanas da América Latina e Caribe (Aaacla) foi realizada nesta terça-feira (24/05), no Sheraton Grand Rio. Na reunião, que faz parte do Business Future of the Americas (BFA), o alinhamento da agenda política para o ano, assim como o anúncio da Nicarágua como sede do próximo BFA, foram as pautas debatidas por representantes de 14 câmaras do Hemisfério.


Thomas H. Kenna, presidente da Aaccla e do Panama Canal Railway Company, iniciou o encontro agradecendo a Câmara de Comércio Americana do Rio de Janeiro (AmCham Rio) pela realização do BFA e parabenizando-a pelo centenário. Kenna relembrou a missão das câmaras de pleitear negócios e investimentos entre os países da região e os Estados Unidos, para o livre comércio, mercado e iniciativa.


O diretor executivo da Aaccla, Reuben Smith-Vaughan, falou sobre o programa de trabalho do ano, que inclui temas como o Tratado Trans Pacífico - considerado essencial pelos presentes -, os tratados de bitributação e o Brasil-U.S. Economic Partneship Agreement, além da facilitação do comércio, por meio do Trade Facilitation Agreement (TFA).


Steven Bipes, diretor executivo da Câmara de Comércio Americana do Rio de Janeiro (AmCham Rio) – anfitriã do BFA 2016 - questionou a pequena quantidade de países Latino-americanos que fazem parte do Visa Waiver Program – que acaba com a necessidade de visto para entrar nos EUA. “É difícil discutir outros temas quando não temos fácil acesso nem nos aeroportos”, disse. Representantes de outros países também falaram sobre a necessidade de facilitar não só o livre comércio, mas também o livre acesso de pessoas.

Outro pleito da Aaccla é que os países sejam mais transparentes em relação as contas públicas. “Advogamos para aumentar a transparência dos governos em seus processos e seus gastos”, disse Smith-Vaughan.


Já a escolha da sede do próximo BFA, em 2017, foi celebrada por Roberto Sanson, presidente da Câmara de Comércio Americana da Nicarágua. Sanson agradeceu a oportunidade de receber o evento e enfatizou crescimento econômico do País, além das belezas naturais. “Em 2014, a Nicarágua atingiu um produto interno bruto (PIB) de US$ 11 bilhões e crescimento real de 4,7%.”


O acordo de livre comércio entre os Estados Unidos e a América Central está em vigor desde 2006 e tem ampliado as possibilidades de exportação para os produtos agrícolas e manufaturados, principais expoentes econômicos do País. De acordo com Sanso, os fluxos de investimentos estrangeiros diretos na Nicarágua registraram um crescimento médio anual de 22% durante o período 2005-2014. “Esses resultados refletem a existência de um clima de estabilidade e segurança, apoiadas por um quadro jurídico para o investimento legal”.


Estiveram presentes na reunião representantes das câmaras de comércio americanas do Brasil - Rio de Janeiro e São Paulo, Argentina, Chile, Colômbia, Haiti, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana e Trindade e Tobago, além da U.S. Chamber of Commerce e Delta Air Lines.


Veja as fotos da reunião: http://bit.ly/assembleiaBFA
Agenda

mantenedores

OURO

PRATA

  • Praça Pio X, 15 / 5º andar – Centro
    CEP: 20040-020 – Rio de Janeiro/RJ
  • + 55 (21) 3213-9200
    Fax: 55 (21) 3213-9201
  • amchamrio@amchamrio.com
Redes AmChamRio
  • COPYRIGHT © 2012.