Fale conosco - Downloads - Notícias
Home
Notícia
<< Voltar

Empresas buscam oportunidades nos EUA para diversificar investimento

19/05/2016 em Notícias
Evento da AmCham Rio analisa conjuntura econômica atual e os impactos tributários da internacionalização
Evento debate internacionalização de empresas. (Foto: Thaiza Pauluze)
Thaiza Pauluze
thaizapauluze@amchamrio.com


As oportunidades para as empresas brasileiras nos Estados Unidos em tempos de crise foram tema de debate realizado pela Câmara de Comércio Americana do Rio de Janeiro (AmCham Rio), nesta sexta-feira (13/05). O evento também discutiu as implicações tributárias do processo de internacionalização.


O consultor Ricardo Sennes e André Leal, do Consulado Geral dos Estados Unidos, falaram sobre a conjuntura econômica atual, com a moderação de Frederico Cezar de Araujo, diretor da Firjan Internacional. O segundo painel teve a participação de Ricardo Barboza, do Banco Confidence, e Artur Jacinto, gerente de International Tax da Grant Thornton Brasil. Jase Choenni, vice-presidente de Vendas Globais da TMF Group, foi o moderador. O evento contou, ainda, com a presença de Luis Carlos Patrão Novo, diretor da AmCham Rio e sócio-diretor da TMF Group, abrindo e encerrando o debate.


Para Sennes, o Brasil está atrasado em relação ao contexto de globalização e quarta revolução industrial e tecnológica. “O País é aberto para atração de investimento, mas pouco voltado para internacionalização das suas empresas. Ainda é um modelo com excessivo desequilíbrio e estratégias voltadas para o mercado doméstico. Isso atrapalha o dinamismo econômico”, disse.


O consultor listou razões que impactam na decisão de internacionalizar uma empresa. Para ele, a busca de mercado, a mão de obra com menor custo, as vantagens locacionais e a proximidade com fornecedores são pontos positivos. Mas há também o risco com relação à moeda mais forte e à barreira de mercado. Sennes afirmou que a decisão de ir ao exterior “é uma questão de cultura empresarial, mas também é preciso políticas públicas que incentivem”.


Já Leal, responsável pelo programa Select USA – criado em 2013, pelo governo federal dos EUA para atração de investimentos, afirmou que há oportunidades para quem está bem preparado. “Abrir uma empresa nos EUA é fácil, mas é um investimento de longo prazo. Tem que pensar no visto, na expatriação de um sócio e nos modelos de negócios praticados em cada região.” O governo americano oferece ferramentas na internet para ajudar na tomada de decisões. O site estatístico bea.gov traz informações sobre a atividade econômica do País e o clustermapping.us indica os locais nos quais os setores se concentram.


De acordo com Leal, as empresas brasileiras são bem vistas nos Estados Unidos. “Existe a possibilidade de entrar no mercado, se adaptar – com benefícios e incentivos do governo – e ter sucesso. Mas também há uma concorrência extremamente competitiva”, disse.


As consequências tributárias na formação de empresas no exterior, tema do segundo painel, é outro ponto crucial na opinião dos especialistas. “Os tributos nos EUA não são tão diferentes do Brasil, uma vez que se consiga estruturar, planejar e entender”, disse Jacinto. Já Barboza acredita que a Lei da Repatriação é uma chance boa para as empresas brasileiras com recursos no exterior.


“Essa operação é interessante para quem tem recurso no exterior e quer internacionalizar uma empresa por que pode pagar o imposto no Brasil e manter o recurso lá fora para investir.”
O principal desafio, na visão de Barboza, é que os principais bancos do País “têm interesse apenas nas grandes empresas e esquecem as pequenas e médias, que são a força motriz brasileira”. A oportunidade, então, estaria nos bancos de câmbio, especializados em assistir as empresas em suas operações cambiais dentro ou fora do Brasil.


Veja as fotos do evento: http://bit.ly/internacionalizaçãoamchamrio
Agenda

mantenedores

OURO

PRATA

  • Praça Pio X, 15 / 5º andar – Centro
    CEP: 20040-020 – Rio de Janeiro/RJ
  • + 55 (21) 3213-9200
    Fax: 55 (21) 3213-9201
  • amchamrio@amchamrio.com
Redes AmChamRio
  • COPYRIGHT © 2012.