Fale conosco - Downloads - Notícias
Home
Notícia
<< Voltar

“Inovação é a palavra-chave”

04/04/2016 em BRAZILIAN BUSINESS
Jean Carlos Borges, CEO da Algar Telecom, celebra 23 projetos desenvolvidos a partir de ideias dos próprios funcionários
Presidente da Algar Telecom, Jean Carlos Borges, fala sobre os planos da empresa para 2016.
Cláudio Motta e Thaiza Pauluze
claudiomotta@amchamrio.com / thaizapauluze@amchamrio.com

Há 62 anos, a Algar Telecom foi fundada por Alexandrino Garcia com o slogan “gente servindo gente”, que ainda hoje é o propósito e a visão do Grupo Algar. As pessoas da própria empresa – associada da Câmara de Comércio Americana do Rio de Janeiro (AmCham Rio) – são uma poderosa fonte de inovação. Quase metade dos funcionários foi capacitada e, apenas em 2015, 410 ideias foram cadastradas, 56 protótipos viabilizados e 23 projetos desenvolvidos. Eles deram origem a produtos, serviços e soluções para a companhia, que tem 1,3 milhão de clientes. “Inovação é uma palavra-chave”, diz Jean Carlos Borges, CEO da Algar Telecom.


Para alcançar esses resultados, a Algar apoia startups surgidas dentro ou fora da companhia. Em 2014, criou o Espaço Inovação, no centro administrativo, em Uberlândia, Minas Gerais, para estimular o intraempreendedorismo dos funcionários. Em 2015, inaugurou, em parceria com a Universidade Federal de Uberlândia – UFU, o Laboratório de Inovação Tecnológica Algar Telecom-UFU. A proposta é levar problemas reais de tecnologia e de mercado para resolução conjunta dos funcionários da empresa com estudantes e professores.


Brazilian Business: Qual é a importância da inovação?

Jean Carlos Borges: A Algar Telecom tem contribuído, ao longo de sua história, com o desenvolvimento de inovações tecnológicas para o setor de telecomunicações brasileiro, favorecendo o lançamento de soluções e serviços diferenciados. Assim, inovação é uma palavra-chave para a Algar Telecom. Inovar viabiliza impactos positivos e vantagens competitivas de médio e longo prazo para as organizações. É comum pensar somente em inovações disruptivas, mas a evolução de processos, produtos ou serviços também pode contribuir para alavancar negócios ou mesmo criar novos mercados. Apoiar startups surgidas dentro ou fora da companhia para que se tornem parceiras em projetos e programas e realizar parcerias com universidades e centros de pesquisa são ações reais que fazem parte do cotidiano da Algar Telecom.


BB: Explique o slogan “gente servindo gente”.

JCB: Valorizamos pessoas que gostam de desenvolver relacionamentos, que tenham prazer em ajudar, saibam trabalhar em equipe e apresentem talento para a inovação. Esse conjunto de competências tem apoiado o nosso crescimento e nos ajudado a construir relações duradouras. Desta forma, o propósito da Algar Telecom, “gente servindo gente” é assegurado no dia a dia da empresa e de seus associados (como são chamados os funcionários). Acreditamos, na Algar Telecom, que essa mentalidade “gente servido gente” somada ao espírito empreendedor e inovador que permeia toda a organização é, entre vários, o principal legado dos fundadores.


BB: Qual é a chave para o bom atendimento?

JCB: Acreditamos que a melhor forma de acompanhar a satisfação de nossos clientes é acompanhá-los de forma segmentada, buscando o atendimento de suas necessidades de forma apropriada. Dentro da Algar Telecom temos quatro diretorias que cuidam dos segmentos de mercado: Varejo; Micro e Pequenas Empresas; Empresas; e Atacado. Atualmente, nosso índice de satisfação no segmento Empresas é de 87%. Acreditamos que esse elevado índice decorre da decisão da Algar Telecom de atender os clientes desse segmento de forma direta e regionalizada, sem terceirizações, por intermédio das equipes comercial e técnica. Isso permite aos nossos clientes manter contatos que vão desde os técnicos e consultores comerciais locais até o diretor comercial do segmento, caso haja algum problema ou necessidade. No segmento varejo, pensamos na comodidade das pessoas e focamos também em plataformas digitais de atendimento, como portal, aplicativo e redes sociais, responsáveis, hoje, por cerca de 25% do atendimento de toda a companhia.


BB: Qual é o peso da sustentabilidade nas iniciativas da Algar?

JCB: A sustentabilidade, que é um dos valores da Algar Telecom, está presente de forma intensa em nosso dia a dia, atuando basicamente em duas causas: 1. influência sustentável; e 2. relacionamentos sustentáveis. Com a influência sustentável, queremos dizer que, ao atuar em um setor de baixo impacto ambiental, quando comparado a outras indústrias, entendemos que a melhor forma de maximizar as ações sustentáveis é usando toda a rede de relacionamento da Algar Telecom: associados, clientes, fornecedores, comunidade e acionistas. Quanto aos relacionamentos sustentáveis, acreditamos que acontecem naturalmente se houver comprometimento com objetivos que agreguem valor social, ambiental e econômico às partes envolvidas. Um dos exemplos de ação sustentável da empresa é a coleta seletiva. A Algar Telecom recolheu, em 2014, quase 60 toneladas de material reciclável. Essa quantidade representa 68,83% dos resíduos sólidos da empresa. O material recolhido na coleta seletiva é encaminhado à Cooperativa de Recicladores de Uberlândia – Coru.


BB: Qual é a importância da ética na empresa?

JCB: A ética na Algar Telecom é trabalhada com seriedade. A empresa possui recursos para a manutenção desse valor, como o Código de Conduta e o Canal Integridade. Este último é um meio exclusivo para eventuais denúncias ou perguntas relacionadas à conduta ética dos associados da Algar Telecom e/ou dos parceiros de negócio. Todos os relatos dirigidos ao canal são tratados de forma confidencial, de modo a preservar a identidade da pessoa que o utiliza. O canal permite contato direto com a comissão de integridade e compliance do Grupo Algar.


BB: Quais são os planos de investimento para 2016?

JCB: A Algar Telecom espera seguir o mesmo ritmo de investimento dos últimos anos, mas tem acompanhado de perto a atual situação da economia. Por atuar no segmento varejo fora dos grandes centros e nos segmento corporativos com médias, micro e pequenas empresas que ainda estão investindo em TIC para inovar e oferecer melhores soluções aos clientes, a Algar Telecom, até o momento, não sentiu de modo relevante os impactos da realidade econômica atual do País. Prova disso é que, em 2015, fizemos a aquisição de uma empresa com cerca de 9.500 km de redes ópticas na Região Sul do Brasil, aumentando as possibilidades de prover nossos serviços e produtos para clientes dessa região, assim como para atuais clientes que, por exemplo, tenham operações nessa região ou pretendam expandi-las para lá.


BB: De que maneira a Algar Telecom vê o trabalho da AmCham Rio?

JCB: A Algar Telecom é uma empresa que vê nas entidades de apoio às empresas e aos empreendedores grandes oportunidades para a melhoria da economia nacional e da valorização das boas ideias de negócios. Com a AmCham Rio não é diferente. Acreditamos que a atuação da AmCham é fundamental para a promoção das atividades econômicas cariocas e nos colocamos à disposição para colaborar com as iniciativas da instituição. Esperamos que este centenário seja o marco de novas e ainda maiores conquistas e muito sucesso.
Agenda

mantenedores

OURO

PRATA

  • Praça Pio X, 15 / 5º andar – Centro
    CEP: 20040-020 – Rio de Janeiro/RJ
  • + 55 (21) 3213-9200
    Fax: 55 (21) 3213-9201
  • amchamrio@amchamrio.com
Redes AmChamRio
  • COPYRIGHT © 2012.