Fale conosco - Downloads - Notícias
Home
Notícia
<< Voltar

“A AmCham Rio permanecerá numa posição de vanguarda”

23/03/2016 em BRAZILIAN BUSINESS
Cônsul-Geral dos Estados Unidos no Rio de Janeiro fala sobre o centenário da câmara para a Brazilian Business
James Story, Cônsul-Geral dos Estados Unidos no Rio de Janeiro (Foto: Cláudio Motta)
"Durante a visita da presidente Dilma Rousseff a Washington em junho do ano passado, ela e o presidente Obama anunciaram uma série de novas medidas, acordos e memorandos de entendimento, visando à expansão do comércio, dos investimentos e da cooperação, à criação de empregos para brasileiros e americanos, e ao aumento da competitividade e da diversidade de ambas as nossas economias. Nossos governos contarão com o importante trabalho de grupos como a Câmara Americana de Comércio do Rio de Janeiro (AmCham Rio) para atingir essas metas.


Esse ano marca o 100º aniversário da fundação da Câmara Americana no Rio, a mais antiga da América Latina. Ao longo do século passado, a Amcham Rio desempenhou um papel importante na promoção das relações econômicas e comerciais entre os Estados Unidos e o Brasil. Na qualidade do oitavo maior parceiro comercial dos EUA, o Brasil é hoje, mais do que nunca, um mercado vital para as empresas norte-americanas. A AmCham Rio permanecerá numa posição de vanguarda para melhorar essa classificação cada vez mais.


A Missão Diplomática dos EUA no Brasil tem sido parceira da AmCham Rio desde a sua criação. Apesar de a relação do Consulado Geral dos EUA no Rio de Janeiro com a Amcham Rio incluir uma ampla gama de áreas, sem dúvida o comércio e os investimentos são um dos seus pilares mais importantes. Vemos nossa relação como uma verdadeira parceria, em função do papel desempenhado pela Amcham Rio para facilitar conexões comerciais para a indústria americana com interesses no Brasil.


A meta estabelecida pela Presidente Dilma Rousseff de duplicar o comércio Brasil-EUA na próxima década, embora ambiciosa, não é vista como uma tarefa impossível, pois foi exatamente isso o que ocorreu na década anterior – nós duplicamos nosso comércio bilateral. A ampliação dos laços econômicos e comerciais na última década ajudou as duas economias a crescerem; isso, por sua vez, gerou empregos de boa qualidade para a classe média em ambos os países. Desde 2011, nosso comércio bilateral de bens e serviços com o Brasil ultrapassou a cifra anual de US$ 100 bilhões. Na qualidade do nono maior mercado importador dos Estados Unidos, o Brasil é um mercado-chave para expandirmos as oportunidades comerciais. As empresas norte-americanas estão solidamente comprometidas com o mercado brasileiro, e temos um longo legado no desempenho de um papel construtivo para o desenvolvimento econômico do Brasil.


Enquanto seguimos buscando expandir o comércio, o investimento e a cooperação, e incrementar a competitividade e a diversidade de ambas as nossas economias, as empresas americanas continuarão a procurar oportunidades para investir no Brasil a longo prazo. Os investimentos brasileiros também continuam a desempenhar um papel importante nos Estados Unidos, uma vez que as subsidiárias americanas das empresas brasileiras geraram mais de 80.000 postos de trabalho nos Estados Unidos.


Embora já haja diversas empresas americanas no Rio, outras estão a caminho em função das oportunidades de negócios aqui existentes. Petróleo e gás, infraestrutura, inovação e segurança são excelentes exemplos de setores que atraem empresas americanas para exportar para e investir no Brasil. Apesar de eu estar aqui há menos de um ano, tenho recebido muitas empresas americanas em busca de oportunidades de negócios no Brasil. "Vocês já falaram com a Amcham Rio?" É sempre uma das primeiras perguntas que eu faço a eles.


Nos próximos anos, estamos ansiosos por trabalhar com a Amcham Rio para promover continuamente a competitividade global de nossas duas economias. Trabalhando juntos, a Missão Diplomática dos EUA e o governo brasileiro têm utilizado e continuam a utilizar mecanismos como o Fórum de CEOs e o Diálogo Comercial Brasil-EUA, para harmonizar normas técnicas, proteger a propriedade intelectual, impulsionar o comércio de serviços e aperfeiçoar muitas outras políticas comerciais, de forma a beneficiar nossos países e nossas populações. Nossos governos contam com o trabalho importante desenvolvido por grupos como a Câmara Americana de Comércio do Rio de Janeiro para alcançar esses objetivos.


A relação comercial Brasil-EUA é sólida e está cada vez mais forte; a Amcham Rio é hoje e continuará sendo um colaborador importante para darmos sequência a essa evolução. Em nome do Consulado Geral do Rio de Janeiro, eu parabenizo sinceramente a Câmara Americana de Comércio do Rio de Janeiro por seu trabalho exemplar ao longo dos últimos 100 anos. E – ainda mais importante – espero trabalhar em parceria com a AmCham Rio quando ela iniciar os seus próximos 100 anos."


James Story, Cônsul-Geral dos Estados Unidos no Rio de Janeiro


Leia os depoimentos de outras autoridades:

Luiz Alberto Figueiredo Machado, embaixador do Brasil nos Estados Unidos

Gilberto Peralta, presidente da GE para o Brasil

Eduardo Paes, prefeito da cidade do Rio de Janeiro

Liliana Ayalde, embaixadora dos Estados Unidos no Brasil

Dilma Rousseff, presidente do Brasil

Luiz Fernando Pezão, governador do Estado do Rio de Janeiro

Cassia Carvalho, diretora executiva do Brazil-U.S. Business Council

Agenda

mantenedores

OURO

PRATA

  • Praça Pio X, 15 / 5º andar – Centro
    CEP: 20040-020 – Rio de Janeiro/RJ
  • + 55 (21) 3213-9200
    Fax: 55 (21) 3213-9201
  • amchamrio@amchamrio.com
Redes AmChamRio
  • COPYRIGHT © 2012.