Fale conosco - Downloads - Notícias
Home
Notícia
<< Voltar

Comitês AmCham Rio: os altos e baixos de 2015

24/11/2015 em Notícias
Presidentes dos grupos de trabalho da câmara fazem um balanço sobre este ano e apontam suas perspectivas para 2016
Os presidentes dos comitês setoriais da Câmara de Comércio Americana do Rio de Janeiro (AmCham Rio) fizeram um balanço sobre o que deu certo em 2015 e o que ainda precisa ser melhorado em seus setores no ano de 2016. Confira:


"O setor de seguros é o primeiro a ser influenciado pelas crises econômicas e o último a se restabelecer. As perspectivas para 2016 são de um acréscimo de 8% a 10%, o que representará um crescimento em torno de 50% da média histórica do setor. O ambiente de negócios no Rio melhorará com a criação de um polo de resseguros para a América Latina, com mais incentivo ao capital estrangeiro para investimento produtivo no Estado, diminuição da burocracia e violência".

Acacio Queiroz, presidente do Comitê de Seguros, Resseguros e Previdência


"A comunicação, em especial a propaganda, é muito sensível às crises. Entendo que o Estado do Rio deveria se tornar menos dependente do segmento de óleo e gás, cujo nível de investimento dificilmente voltará ao anterior. Diante disso, os agentes econômicos, públicos e privados, deveriam atuar no sentido de buscar soluções que pudessem facilitar as relações comerciais, desonerando as empresas, agilizando processos e buscando atrair investimentos. Marcas fortes aqui sediadas são capazes de alavancar novamente o Rio como polo de comunicação e marketing. Um grande evento, articulado e organizado por instituições de prestígio como câmaras de comércio e associações empresariais, poderia dar início a essa discussão propondo medidas concretas aos nossos governantes".

Noel De Simone, presidente do Comitê de Marketing


"O Governo Federal trata a saúde pública sem respeito e prioridade. Assim, continuaremos com serviços de qualidade muito aquém da necessidade da população. No âmbito privado, também carecemos de investimentos em hospitais de padrão internacional. Milhares de cariocas deixam o Rio de Janeiro em busca de tratamentos especializados no exterior ou em outras capitais. Saúde e segurança pública são elementos fundamentais para atrair e fixar investimentos em nosso Estado".

Gilberto Ururahy, presidente do Comitê de Saúde


"Apesar da crise econômica, a Olimpíada terá impacto positivo para o setor. O Rio deverá ver sua programação cultural crescer e se diversificar. É esperado crescimento dos Pontos de Cultura, e o setor audiovisual é o que tem as melhores perspectivas. O RioContentMarket, em março, é o maior evento dedicado à produção de conteúdo audiovisual aberto e de mídias digitais da América Latina. Os cinemas deverão continuar tendo incremento de público, projeção baseada nos números do primeiro semestre de 2015: um crescimento de 12% em relação ao público do mesmo período do ano passado, e aumento da renda de 19,3% em relação a 2014. O fator que mais pode melhorar o ambiente de negócios é, sem dúvida, a estabilidade econômica geral"

Steve Solot, presidente do Comitê de Entretenimento, Esportes e Cultura


"Tendo em vista as dificuldades conjunturais do País, as perspectivas para o ano que vem tendem a não ser tão promissoras. Por outro lado, as oportunidades no campo da PI, propiciadas pelos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, com questões relacionadas à licenciamento de direitos, a ambush marketing, a contratos de patrocínio, à organização de eventos e a outros assuntos deverão esquentar o ambiente de negócios. Como advogada militante na área de propriedade intelectual, acredito que, para melhorar o ambiente de negócios, precisamos ter um INPI mais ágil, mais aparelhado e com menos exigências burocráticas, o que simplificaria muito os trâmites para o registro de marcas e concessão de patentes, além da averbação dos contratos, conferindo assim mais segurança jurídica. Ou seja, o enfrentamento do backlog".

Andreia de Andrade Gomes, presidente do Subcomitê de Propriedade Intelectual


"A meu ver, um dos fatores de atração de investimentos para o Rio de Janeiro seria a redução da violência. A segurança pública tem deixado a desejar e afastado investidores. Outro aspecto importante seria a desburocratização para abertura de uma empresa. São muitos órgãos a emitir documentos e atrapalhar, no mais das vezes, a celeridade que é necessária para se abrir uma sociedade. Nos Estados Unidos, é possível constituir uma empresa em dois a três dias. Aqui, são necessários meses até se obter todas as licenças – de bombeiros, órgãos ambientais, Prefeitura, Junta Comercial, Ministério do Trabalho etc".

Gerson Stocco, presidente do Subcomitê de Tax Friday

"A derrocada de pilares fundamentais da sociedade em 2015 (prisão de políticos, desmoralização de partidos, descoberta do saque à Petrobras) levou a sociedade a uma profunda reflexão sobre valores. Uma tendência para 2016 é trabalhar com competência, compromisso, ética. As pessoas estão ansiosas por sentir orgulho do trabalho, dos empregadores, dos fornecedores de produtos que consomem. É uma grande oportunidade para empresas que querem atrair talentos ou se destacar no mercado por um trabalho eficaz e socialmente responsável".

Silvina Ramal, presidente do Comitê de Responsabilidade Social Empresarial

"Com os Jogos Olímpicos, o Rio de Janeiro viverá, em 2016, um momento de maior demanda por força de trabalho, sobretudo no segmento de serviços. Cenário diferente do restante do País, que vem enfrentando a desaceleração de diversos setores da economia. É fato também que, justamente nesses momentos de busca por alternativas, surgem novos empreendedores e resultados para crises antigas. Além disso, profissionais se redescobrem em novas profissões e quem está entrando no mercado de trabalho intensifica sua qualificação".

Claudia Danienne Marchi, presidente do Comitê de Recursos Humanos
Agenda

mantenedores

OURO

PRATA

  • Praça Pio X, 15 / 5º andar – Centro
    CEP: 20040-020 – Rio de Janeiro/RJ
  • + 55 (21) 3213-9200
    Fax: 55 (21) 3213-9201
  • amchamrio@amchamrio.com
Redes AmChamRio
  • COPYRIGHT © 2012.