Fale conosco - Downloads - Notícias
Home
Notícia
<< Voltar

Anjos protetores dos negócios

em Finanças e Investimentos
Investidores e empresários definem papel dos Business Angels no processo de empreendedorismo

Investidores individuais em busca de boas chances de negócio, os Business Angels suprem necessidades de financiamento que o capital de risco das companhias muitas vezes não cobre. Eles atuam principalmente em projetos voltados para o início das atividades das micro e pequenas empresas (capital semente ou startup).  



Para entender o papel dos investidores-anjo, a Amcham reuniu o diretor do Instituto Gênesis (PUC Rio), José Alberto Sampaio Aranha, a chefe do Departamento de Investimento do Finep, Janaina Prevot Nascimento, o diretor da Publit, André Figueiredo, e o presidente do Conselho Diretor da Gávea Angels, Ernesto Weber.



"Nosso objetivo é estimular pessoas que fazem pesquisa na universidade, com mestrado ou doutorado, a buscarem outra alternativa que não a carreira acadêmica. Começamos a ver que a cultura empreendedora era um fator crítico. Defino uma universidade empreendedora como aquela que começa a participar do desenvolvimento local, atuando na relação entre  empresas e pessoas estimuladas a empreender. Isso cria um ambiente de inovação", afirmou o diretor do Instituto Gênesis.



Janaína  lembrou que há mais de 40 anos a Finep apóia  o empreendedorismo e a inovação com um pacote completo de recursos, que vão desde subvenção econômica até recursos não reembolsáveis a institutos de pesquisa e universidades. "Temos atualmente 17 fundos, somando um patrimônio total de R$ 1,65 bilhão de reais. Hoje eles investem em 40 empresas, concentradas hoje no mercado de Tecnologia da Inovação".



Testemunha dos benefícios que os Angels Investors podem trazer para novos empreendedores, André Figueiredo deu como exemplo a trajetória de sua própria empresa, especializada em  livros impressos ou digitais: "A empresa começou em 1998, no Instituto Gênesis. A empresa vinha 'patinando' durante algum tempo. Não tínhamos governança corporativa para resolver as divergências. Precisávamos de um terceiro que nos ajudasse em eventuais mudanças de rumo". 

Ernesto Weber  ressaltou que um investidor-anjo não aporta somente recursos financeiros nas empresas, mas também administrativos. "Ele prefere locais próximos à sua moradia, porque além de dinheiro está apostando também seu tempo. São pessoas que já tiveram funções executivas em empresas, já se aposentaram e depois de um tempo tem algum recurso e tempo disponível. É aconselhável não colocar mais de 10% do seu patrimônio líquido em um investimento como esse".
Agenda

mantenedores

OURO

PRATA

  • Praça Pio X, 15 / 5º andar – Centro
    CEP: 20040-020 – Rio de Janeiro/RJ
  • + 55 (21) 3213-9200
    Fax: 55 (21) 3213-9201
  • amchamrio@amchamrio.com
Redes AmChamRio
  • COPYRIGHT © 2012.