Fale conosco - Downloads - Notícias
Home
Notícia
<< Voltar

Cooperação comercial e em temas como mudanças climáticas, energia, intercâmbios educacionais e ciências e tecnologia

17/04/2015 em Notícias
Embaixadora dos EUA no Brasil, Liliana Ayalde analisa as relações bilaterais em discurso realizado na cerimônia de posse da nova diretoria da Câmara de Comércio Americana do Rio de Janeiro, no dia 13 de abril, em Copacabana.
Liliana Ayalde: 'Como o presidente Obama disse na Cúpula, o Brasil não é apenas um dos países importantes do hemisfério, mas um líder global em uma ampla gama de temas'. Foto: Cia. da Foto
A embaixadora dos Estados Unidos do Brasil, Liliana Ayalde, analisou as relações bilaterais entre ambos os países durante a cerimônia de posse da nova diretoria da Câmara de Comércio Americana do Rio de Janeiro (AmCham Rio). O evento foi realizado no dia 13 de abril no hotel Windsor Atlântica, em Copacabana.

Leia, abaixo, a íntegra do pronunciamento da embaixadora, também disponível em http://portuguese.brazil.usembassy.gov/discursonovoconselhoamcham.html.




Muito boa tarde.

Governador, presidente, convidados distinguidos. Realmente é um prazer estar aqui durante este momento auspicioso para a relação bilateral Brasil – Estados Unidos. Tal como mencionou o presidente, no sábado, durante a Cúpula das Américas, o presidente Obama e a presidente Dilma tiveram a oportunidade de se reunir e anunciaram que a presidente Dilma visitará os Estados Unidos no dia 30 (trinta) de junho. Essa visita confirmará a amplitude de nosso relacionamento e abrirá caminhos para novas medidas visando intensificar nossa integração econômica e comercial.

Como o presidente Obama disse na Cúpula, o Brasil não é apenas um dos países importantes do hemisfério, mas um líder global em uma ampla gama de temas. Durante sua reunião no sábado, o presidente Obama disse que aguarda com interesse o momento de discutir com a presidenta Dilma nossa cooperação em questões não somente comerciais, mas também temas como mudanças climáticas, energia, intercâmbios educacionais e ciências e tecnologia. Ele também falou que a visita da presidente Dilma a Washington será uma oportunidade para aprofundar as discussões e avançar com alguns planos bem concretos de cooperação mútua.

Dito isto, é uma satisfação estar hoje aqui com vocês neste evento especial para ressaltar o papel que a Câmara de Comércio Americana tem em nosso relacionamento; para agradecer aos ex-diretores e dar as boas vindas aos novos.

Obrigada, Presidente Roberto Ramos, pelo convite para discursar neste almoço.

Gostaria também de reconhecer as presenças do Governador Pezão e de agradecê-lo por prestigiar evento tão importante.

Com a excepcional liderança do Presidente Roberto Ramos, a Câmara Americana do Rio de Janeiro tem sido uma grande parceira da Missão Diplomática dos Estados Unidos no Brasil.

Quero especialmente agradecer ao Presidente Ramos e sua equipe pelo papel importante que a Câmara Americana desempenhou durante a visita também mencionada do nosso Vice-Presidente Joe Biden ao Rio de Janeiro em maio de dois mil e treze (2013) , mas também, por nos convidar para tantos eventos maravilhosos nos últimos anos.

À Rafael Mota, nós o parabenizamos e lhe damos as boas-vindas ao seu novo cargo como Presidente da Câmara Americana do Rio de Janeiro. Você vai descobrir que a Embaixada dos Estados unidos e, principalmente, meus colegas aqui no Consulado dos Estados Unidos daqui no Rio de Janeiro mantém um relacionamento muito próximo com a Câmara/AmCham.

Como é do conhecimento de todos, muitas empresas norte-americanas já estão presentes no Brasil e especialmente no Rio. Muitas outras estão avaliando sua vinda para o país devido à grande importância da relação comercial que o Brasil tem com os Estados Unidos.

Enquanto a nossa relação com o Brasil envolve uma ampla diversidade de áreas, não tenho dúvida de que o comércio e investimento representam os dois pilares mais relevantes e têm um enorme impacto positivo em todos os outros aspectos da nossa relação.

O elo entre nossos dois países é muito forte. Como a sétima maior economia do mundo e oitavo maior parceiro comercial dos Estados Unidos, o Brasil é, indiscutivelmente, um mercado vital para empresas norte-americanas.

Ao mesmo tempo, como o Brasil busca expandir suas vendas globais de produtos manufaturados de valor agregado e solidificar sua participação na cadeia de suprimentos global, os Estados Unidos podem oferecer uma excelente plataforma para as empresas brasileiras.

Hoje, o mercado de bens e serviços entre os dois países movimenta mais de cem (100) bilhões de dólares e nosso investimento bilateral é expressivo e crescente. Além disso, o investimento direto dos Estados Unidos no Brasil ultrapassa noventa e oito (98) bilhões de dólares e subsidiárias de empresas brasileiras nos Estados Unidos empregam mais de setenta e seis mil (76,000) pessoas, contribuindo com aproximadamente seis (6) bilhões de dólares das exportações norte-americanas a cada ano.

As empresas norte-americanas têm demonstrado seu comprometimento com o mercado brasileiro através de investimentos em mão de obra, no desenvolvimento conjunto de tecnologias inovadoras e no engajamento com o governo brasileiro em todas as esferas.

Programas como o “Select USA”, uma iniciativa do Presidente Obama para promover investimento estrangeiro direto nos Estados Unidos, e outro programa com a “APEX”, Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos, estão ativamente fomentando investimentos entre nossos dois países.

Em dois mil e treze (2013), tive o prazer de liderar uma delegação brasileira para o primeiro “Select USA Investment Summit” em Washington. Muitas dessas empresas brasileiras que me acompanharam e participaram nesse evento, já fizeram investimentos importantes e significativos nos Estados Unidos.

O Segundo “Select USA Summit” ocorreu há duas semanas atrás e, novamente, eu liderei uma delegação de investidores brasileiros, que foi uma das maiores que participaram nesse evento importante.

Naquela mesma semana, a APEX levou uma grande delegação de empresários brasileiros na área da tecnologia que estavam à procura de parceiros norte-americanos no Festival South by Southwest, um evento anual de música, filme e tecnologia em Austin, no Texas.

Assim, como vocês podem ver, para ambos os países a prioridade é a mesma: uma parceria produtiva e positiva com foco no comércio e no investimento.

Empresas norte-americanas têm, de fato, feito investimentos significativos no estado do Rio de Janeiro e estou confiante de que isso continuará a acontecer nos próximos anos.

Em outubro do ano passado, por exemplo, participei da inauguração do novo Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da GE no Rio de Janeiro, um investimento de duzentos e cinquenta (250) milhões de dólares. Durante a cerimônia de inauguração, o CEO da empresa, Sr. Jeffrey Immelt, afirmou que esse era o sexto (6º) Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da GE no mundo, e se comprometeu a investir outros duzentos e cinquenta (250) milhões de dólares até dois mil e vinte (2020), para conduzir pesquisas nos setores de energia, saúde, transporte, e outros mais. Ele reiterou que a GE está muito animada com seu novo empreendimento aqui no Rio e que o seu comprometimento com o Brasil é de longo prazo. Que eu acho que é o mesmo sentimento de muitas empresas americanas.

Já se passaram quase cinco meses desde as últimas eleições no Brasil e os Estados Unidos estão intensificando seu engajamento com o governo brasileiro e com a sociedade em uma gama mais ampla de assuntos bilaterais e globais.

Um maior envolvimento com o governo brasileiro e com o setor privado, por meio de mecanismos como o “CEO Forum” e o “U.S.-Brazil Commercial Dialogue”, também estão dando bons resultados. A conclusão recente e bem sucedida do “U.S.-Brazil Commercial Dialogue” em Washington em março reforça o nosso compromisso compartilhado em temas como direitos de propriedade intelectual, conformidade de normas, serviços, facilitação comercial e outros.

No mesmo dia em que os integrantes do “Commercial Dialogue” se reuniram em Washington D.C., o grupo americano-brasileiro do “Economic and Financial Dialogue” também realizou uma reunião com muito sucesso em Brasília.

Duas semanas depois, organizamos um diálogo de alto nível do setor agrícola. Em maio próximo acontecerá o encontro Brasil-Estados Unidos sobre Parcerias em Transporte e, dessa vez, estamos planejando trazer o setor privado para esse encontro ministerial.

Também na última semana de maio próximo, o Escritório de Políticas Para Ciência e Tecnologia da Casa Branca sediará o Segundo Encontro Conjunto sobre Ciência e Tecnologia com o Ministro brasileiro de Ciência e Tecnologia da Informação, Aldo Rebelo. Esse encontro contará como um importante elemento de inovação e tecnologia.

Além disso, nos últimos dezoito meses, o Escritório de Informações e Assuntos Regulatórios da Casa Branca organizou seis intercâmbios com representantes de agências reguladoras brasileiras e alguns eventos incluindo o setor privado.

Então, Câmara de Comércio Americana do Rio de Janeiro é um parceiro muito próximo e muito importante do Serviço Comercial dos Estados Unidos (U.S. Commercial Service) e de toda a nossa Missão Diplomática dos Estados Unidos no Brasil. Ao se aproximar do seu centésimo (100º) aniversário, fico muito feliz ao perceber que o nosso ótimo relacionamento de trabalho cresceu ainda mais com o fato de que o Rio de Janeiro se tornou um motor relevante e muito importante da economia brasileira.

Com isso em mente, gostaria de agradecer os membros do conselho que estão se despedindo de suas contribuições nas relações bilaterais, de uma forma geral, entre Brasil e Estados Unidos.

Ao mesmo tempo, gostaria de incentivar os novos Diretores, assim como toda a liderança e associados da Câmara, a continuar caminhando juntos para estreitarmos ainda mais os laços entre Brasil e os Estados Unidos .

Muito Obrigada!"
Agenda

mantenedores

OURO

PRATA

  • Praça Pio X, 15 / 5º andar – Centro
    CEP: 20040-020 – Rio de Janeiro/RJ
  • + 55 (21) 3213-9200
    Fax: 55 (21) 3213-9201
  • amchamrio@amchamrio.com
Redes AmChamRio
  • COPYRIGHT © 2012.