Fale conosco - Downloads - Notícias
Home
Notícia
<< Voltar

Marketing de entretenimento é tema de debate na Amcham Rio

26/06/2013 em MARKETING

Diversificar formas de comunicação e promover a aproximação com o público são ferramentas essenciais para consolidar marcas e impulsionar os negócios

O diretor-superintendente da Amcham Rio, Rafael Lourenço, o diretor comercial da Plan Music, Bruno Paes, o chairperson do Comitê de Marketing, Noel de Simone e a diretora de marketing do Rock in Rio, Agatha Area

Com o intuito de reunir as principais
estratégias para impulsionar a visibilidade das marcas a partir de ações de
entretenimento, a Câmara de Comércio Americana do Rio de Janeiro (Amcham Rio)
promoveu nesta terça-feira (25) o encontro “Marketing de Entretenimento”.  A necessidade de diversificação dos formatos e
das ações atuais de divulgação foi o principal ponto levantado pelos
palestrantes, que demonstraram como consolidar a identidade das empresas com a
inserção das marcas na rotina do consumidor.


O publicitário e sócio da L21
Participações Luiz Calainho, que soma 26 anos de experiência no mercado
cultural, defendeu a necessidade de pensar novos produtos e meios para alcançar
o público moderno, além de enfocar a importância do uso de múltiplas
plataformas de comunicação. “O Brasil vive um momento espetacular. Em dez anos
será a maior potência cultural do mundo”, afirmou o empresário.


A necessidade de atualização das
empresas sobre as formas de se comunicar foi uma das principais preocupações
apontadas pelos palestrantes. “O consumidor mudou. O que importa atualmente é
como as pessoas são atingidas pela divulgação e não quantas”, disse Lilian
Ribeiro, consultora da Infoglobo e professora da Universidade Federal
Fluminense (UFF). Segundo a pesquisadora, o marketing de entretenimento é uma
ferramenta que chama o público para se divertir com a marca, promove
aproximação e deve ser considerado no planejamento das empresas de forma
estratégica.


Um dos melhores exemplos da união
entre o entretenimento e o marketing é o festival Rock in Rio. Lançado em 1985,
o festival alcançou em 2011 US$ 287 milhões de mídia espontânea, teve 350
produtos licenciados e gerou R$ 3,1 bilhões no varejo brasileiro. Os números continuam
crescendo, e, para a edição de 2013, a expectativa é que 600 produtos sejam
licenciados com a marca. “Este projeto de comunicação virou um movimento
musical inédito e de sucesso ao envolver, além da emoção criada por concertos
nacionais e internacionais, uma associação de marcas”, afirmou Agatha Areas, diretora
de marketing do Rock in Rio.


A realização desses eventos, porém,
envolve um árduo trabalho de planejamento. Bruno Paes, diretor comercial da
Plan Music, empresa responsável por trazer a turnê de Paul McCartney para o
Brasil, ressaltou que mudanças macroeconômicas, como a flutuação da taxa de
câmbio, podem afetar fortemente o planejamento de eventos, assim como aspectos
regulatórios, como o que rege a meia-entrada. “O valor do dólar afeta todo o
planejamento financeiro. Precisamos considerar possíveis altas na cotação ou
acabamos sendo prejudicados”, explica.


O evento foi realizado pelos Comitês
de Marketing e Entretenimento, Esportes e Cultura da Amcham Rio.






Agenda

mantenedores

OURO

PRATA

  • Praça Pio X, 15 / 5º andar – Centro
    CEP: 20040-020 – Rio de Janeiro/RJ
  • + 55 (21) 3213-9200
    Fax: 55 (21) 3213-9201
  • amchamrio@amchamrio.com
Redes AmChamRio
  • COPYRIGHT © 2012.