Fale conosco - Downloads - Notícias
Home
Notícia
<< Voltar

Incubadoras da PUC-Rio compartilham cases

27/03/2013 em Entretenimento
Instituto Genesis apresenta, em reunião do Comitê de Entretenimento, Esportes e Cultura, projeto das empresas Moleque Mateiro e EPA! Youth Marketing. Segundo o diretor do instituto, José Alberto Aranha, 90% das incubadas se mantiveram vivas após a saída.
O Instituto Genesis, da PUC-Rio, apresentou na manhã desta quarta-feira, na Câmara de Comércio Americana do Rio de Janeiro, alguns casos de sucesso de empresas que se desenvolveram e cresceram após serem incubadas na instituição. O evento, promovido pelo Comitê de Entretenimento, Esportes e Cultura da entidade, contou com a participação de representantes do Instituto Moleque Mateiro e da EPA! Youth Marketing, que mostraram as ações que estão realizadas e como o Instituto Genesis participa desse processo de expansão.

De acordo com o diretor do Genesis, José Alberto Aranha, a instituição foi criada com o objetivo de atrair pessoas ativas na sociedade e trabalhar sobre o potencial de empresas iniciantes. "Queremos buscar pessoas que agreguem valor e inovação e contribuir para que elas possam melhorar as perspectivas de suas próprias empresas", disse.

Aranha explicou que as empresas costumam ficar incubadas por cerca de dois anos, mas não há um tempo determinado. "Para deixarem a incubadora, as empresas precisam estar maduras o suficiente, mas também não podem ficar acomodadas. Nós fazemos algumas avaliações, medimos o faturamento e outras questões para verificar se a empresa está pronta para se desvincular do Genesis", afirma. Segundo ele, 90% das empresas que estiveram no instituto se mantiveram vivas após a saída. "As que não sobreviveram foram impactadas por fatores da sociedade, e não financeiros".

A diretora executiva do Moleque Mateiro, Lucia Jaber, apresentou o projeto que nasceu sem um viés empreendedor, mas tomou grandes proporções, se estruturou e hoje funciona como um instituto. "Atuamos há sete anos no mercado fomentando a visão crítica e reflexiva sobre conflitos socioambientais da cidade do Rio de Janeiro, e estamos desde agosto na incubadora", explica Lucia.

A empresa vem apresentando crescimento acentuado da receita desde 2005 e no último ano obteve faturamento de R$ 280 mil. "A Moleque Mateiro atua em diferentes segmentos e oferece produtos e serviços voltados para a educação ambiental e direcionados para o público infanto-juvenil", afirmou Lucia.

A EPA! é outra incubada no Genesis que conquistou mais do que esperava. A ideia da empresa nasceu sem maiores pretensões, quando os quatro sócios produziram um desfile de moda na faculdade. A partir desse primeiro projeto, passaram a atrair o interesse da mídia, que trouxe patrocínios para o evento. Diante do sucesso, os sócios criaram a EPA! Youth Marketing, uma empresa de marketing e entretenimento voltada para marcas que querem melhorar sua comunicação junto ao público jovem.

Hoje, a EPA! atua em campanhas inovadoras, que têm uma abordagem online, focada nas redes sociais e são criadas por jovens e consumidores que se identifiquem com a marca. "As boas ideias não partem de uma única cabeça e sim do coletivo", afirma o diretor de Relacionamento da EPA!, Pedro Pirim. A estratégia já foi contratada por grandes empresas, como Itaú e Redley.

Atualmente, a empresa possui cerca de 20 funcionários no Rio de Janeiro e está expandindo as atividades para São Paulo. O faturamento já chega a R$ 1,6 milhão. "O Instituto Genesis supriu um 'gap' que nós tínhamos, e ainda temos. Eles nos ajudam a estruturar questões financeiras e administrativas", disse Pirim.
Agenda

mantenedores

OURO

PRATA

  • Praça Pio X, 15 / 5º andar – Centro
    CEP: 20040-020 – Rio de Janeiro/RJ
  • + 55 (21) 3213-9200
    Fax: 55 (21) 3213-9201
  • amchamrio@amchamrio.com
Redes AmChamRio
  • COPYRIGHT © 2012.