Fale conosco - Downloads - Notícias
Home
Notícia
<< Voltar

Amcham realiza evento "Brasil Energy and Power"

09/05/2011 em Energia
Conferência realizada pela Amcham RJ-ES discutiu, em Houston (EUA), os desafios e oportunidades para o setor brasileiro de óleo e gás

Durante os dias 29 e 30 de agosto, em Houston, no Texas (EUA), a 9ª edição da conferência internacional Brazil Energy and Power (BEP) reuniu os principais atores do setor de energia e gás, com representações de empresas, órgãos públicos e instituições acadêmicas, para apresentar ao mercado internacional as oportunidades e desafios do setor de energia, petróleo e gás do Brasil. Para Henrique Rzezinski, presidente da Câmara de Comércio Americana do Rio de Janeiro (Amcham RJ-ES), realizadora do evento, em parceria com a Brazil-Texas Chamber of Commerce, o Rio de Janeiro vive um momento de ouro, com pesquisas e investimentos em inovação e tecnologia que irão transformar o setor de petróleo e gás e responder por um forte crescimento da economia.

O painel de abertura, intitulado “O setor de petróleo e gás brasileiro: destaque e oportunidades”, contou com a apresentação da diretora da Agência Nacional de Petróleo (ANP), Magda Chambriard, que deu um panorama abrangente sobre a situação do setor e destacou o pré-sal como um novo paradigma, com expressivas perspectivas e oportunidades de negócios aos investidores, enfatizando ser o Brasil uma “janela de oportunidades” para investimentos. O segundo painel, “Pré-sal: Estágios atuais dos projetos de desenvolvimento e desafios tecnológicos”, contou com as apresentações do secretário de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do Ministério de Ciência e Tecnologia, Ronaldo Motta, e do gerente de Planejamento de Pré-sal da Petrobras, Mauro Yuji Hayashi, com moderação da diretora de Comunicação da BG E&P do Brasil, Maria Luiza Paiva Pereira Soares. Segundo Motta, é preciso sensibilizar a comunidade científica para pensar em atender as demandas locais. “Sem ciência não há inovação, mas só a ciência não garante inovação”, enfatizou. Hayashi trouxe ao debate as perspectivas dessa recente fonte de energia, uma promessa, segundo ele, de desenvolvimento para o Brasil. “A produção de pré-sal não é mais um sonho. Já desenvolvemos tecnologia e consolidamos resultados extraordinários. Cerca de 90% da área de pré-sal no Brasil ainda não são exploradas. Há muito potencial para o Brasil", disse Hayashi.

Em seguida, o diretor do Departamento de Gestão Estratégica do Ministério do Meio Ambiente, Volney Zanardi Júnior, trouxe a perspectiva do governo federal sobre os próximos desafios regulatórios no licenciamento ambiental para a exploração offshore de petróleo e gás. Noterceiro painel, “Novas tecnologias para a produção de petróleo e a realidade brasileira”, a gerente geral de Gás, Energia e Desenvolvimento Sustentável (CENPES / PETROBRAS), Viviana Coelho; o diretor de Tecnologia e Inovação da Coppe-UFRJ, professor Segen Farid Estefen; e o vice-presidente de Desenvolvimento de Negócios da Cameron International, Mark Carter, abordaram projetos inovadores e de ponta que estão em processo de implementação no Brasil para o setor de petróleo e gás.

Para fechar o primeiro dia da conferência, o gerente de Combustíveis da General Electric, Jim DiCampli, e a gerente geral de Gás, Energia e Desenvolvimento Sustentável (CENPES / PETROBRAS), Viviana Coelho, abordaram as contribuições das empresas em sustentabilidade e responsabilidade social no painel “Sustentabilidade e Responsabilidade Social”.

O segundo dia de evento, 30 de agosto, começou com uma exposição do ministro conselheiro Ernesto Araújo, chefe do departamento de Desenvolvimento Econômico, Energia e Meio Ambiente, que resumiu para a platéia os principais pontos que, segundo ele, fizeram do Brasil uma excelente aposta para o setor no cenário mundial. “O Brasil está fazendo diferença por conta da visão e do desenvolvimento científico e tecnológico, pela estabilidade e eficiência econômicas e pela criação de empreendimentos, parques tecnológicos e postos de trabalho”, disse Araújo.

Para o painel de abertura “Conteúdo local: barreiras e oportunidades no mercado brasileiro” estiveram presentes o superintendente da Organização Nacional da Indústria do Petróleo, Bruno Musso, o coordenador de Conteúdo Local da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, Marcelo Mafra Borges de Macedo, e o diretor do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Roberto Zurli Machado. A mesa teve a mediação do sócio da PwC, Marcos Donizete Panassol.

O segundo painel teve dois grandes expoentes do Rio de Janeiro em termos de inovação. O diretor do Parque Tecnológico da UFRJ, Maurício Guedes, e o diretor executivo da agência de investimentos do Rio de Janeiro, a Rio Negócios, Marcelo Haddad. Em “Rio de Janeiro: o Hub do petróleo no Brasil” ficou evidente a pujança em termos de investimentos e presença de centros de pesquisa e desenvolvimento de grandes empresas na cidade num espaço de facilitação entre universidade, poder público e empresas para o crescimento de todo o mercado. “Mais de 50 empresas já foram criadas na incubadora da Coppe-UFRJ, sendo que 40% destas estão no setor de óleo e gás. Mais empresas vão se instalar no site, como Backer Huges, Halliburton, Valourec, Siemens, BG Group, EMC2, GE Global Research Center, e estamos viabilizando um terreno para 2012, disse Guedes. Haddad apresentou o portfólio de ações estratégicas da Rio Negócios e destacou que a agência já atraiu, em pouco mais de um ano, mais de 260 empresas, movimentando 1,2 bilhão de dólares em investimentos para a cidade.

O terceiro painel do segundo dia de evento, “Investimentos e oportunidades do setor de óleo e gás no governo do Rio Grande do Sul”, começou com a apresentação do presidente da Agência Gaúcha de Desenvolvimento e Promoção do Investimento, Marcus Coester, que após apresentar o perfil e características do Estado ao público, majoritariamente composto por executivos norte-americanos do setor, reforçou a importância do Rio Grande como pólo da indústria de exploração de petróleo offshore. “O Rio Grande do Sul é o segundo maior hub no Brasil em petróleo offshore, com estrutura de produção industrial, centros de produção e pesquisa e capacidade de competição, principalmente com o advento do pré-sal, prioridade número um para o desenvolvimento”, enfatizou. Em seguida, o coordenador do Comitê de Oléo e Gás da FIERGS, Oscar de Azevedo, fez uma exposição sobre as capacidades e a agenda do Estado, encorajando parcerias com empresas internacionais em busca de novos mercados e desenvolvimento de tecnologias.

Para encerrar o segundo dia da conferência, o coordenador executivo do Programa Nacional de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo e Gás Natural da Petrobras, José Renato Ferreira de Almeida, apresentou o PROMINP. Para encerrar, o presidente da Amcham RJ-ES, Henrique Rzezinski, finalizou o evento dizendo: “Esperamos que esse evento perdure e caminhe no sentido de avançar a agenda do Brasil em óleo e gás. Tenho uma forte convicção de que os pontos que endereçamos aqui, como conteúdo local, tecnologia, inovação e responsabilidade social, são críticos para o sucesso do Brasil como uma opção sustentável e economicamente competitiva de sucesso e por uma sociedade mais justa”, enfatizou.

O Brazil Energy and Power teve como patrocinador ouro a BG E&P do Brasil; patrocinadores prata a Atlantic Visa e a PWC; patrocinadores bronze AECOM, MXM Sistemas, Schlumberger e Wärtsila; como companhia aérea oficial a American Airlines; o Apoio Institucional da Rio Negócios; e o Apoio de Mídia da Upstream.

Sobre a Brazil Energy and Power
A 9ª edição da conferência “Brazil Energy and Power” é uma realização da Câmara de Comércio Americana do Rio de Janeiro (Amcham RJ-ES), em parceria com a Brazil-Texas Chamber of Commerce, e aconteceu nos dias 29 e 30 de agosto de 2011, no Hilton Houston Oak Post Hotel, em Houston, nos Estados Unidos. O evento debateu os destaques, oportunidades e perspectivas da matriz energética brasileira, com palestras de lideranças brasileiras do setor sobre petróleo, gás e pré-sal, as regras do conteúdo local e novas tecnologias que vêm sendo desenvolvidas no país para a área de óleo e gás.



Fotos e apresentações no hotsite do evento, www.amchamrio.com/bep

Agenda

mantenedores

OURO

PRATA

  • Praça Pio X, 15 / 5º andar – Centro
    CEP: 20040-020 – Rio de Janeiro/RJ
  • + 55 (21) 3213-9200
    Fax: 55 (21) 3213-9201
  • amchamrio@amchamrio.com
Redes AmChamRio
  • COPYRIGHT © 2012.