Fale conosco - Downloads - Notícias
Home
Notícia
<< Voltar

O futuro do trabalho

06/03/2018 em ARTIGOS
* Artigo por João Arthur Paes
(Enotmaks/Getty Images)
Trabalho do Futuro, Futuro do Trabalho. Automação, inteligência artificial e outras tendências já são uma realidade e impactam a forma como empresas de todos os tamanhos pensam e atuam no dia a dia de seus negócios. Porém, tão importante quanto e diretamente relacionado aos aspectos tecnológicos que já impactam o trabalho do futuro (ou melhor, do presente), é uma grande mudança cultural em andamento, que diz respeito à forma como encaramos o tempo que dedicamos às nossas atividades profissionais todos os dias.

Cada vez mais pessoas de diferentes gerações e com diferentes históricos de vida tem buscado, muito além de apenas recursos financeiros, empregar seu tempo em projetos que tragam realização pessoal e propósito. Essa mudança de mentalidade é, sem dúvida, motivada por uma geração que já não vê sentido em gastar sua energia em algo em que não acredite; valoriza conexões, coletividade e sensação de pertencimento e busca qualidade de vida inclusive dentro do tempo dedicado ao profissional. Falo aqui dos millennials, a parcela da força de trabalho mundial em maior ascensão atualmente - hoje, millennials e pós-millennials representam mais de 35% da mão de obra global - e esse número deve chegar a 50% em 2020, segundo pesquisa divulgada pela PwC.

Empoderada por acesso à informação, tecnologia mobile e pela lógica da economia compartilhada em si, pode-se dizer que os millennials foram um grande catalisador da mudança por que passam todas as estruturas das empresas, inspirando organizações como um todo e gerações anteriores às suas a repensar o formato de trabalho tradicional. Outra pesquisa, do CBRE Group, mostra que 78% dos millennials veem a qualidade do seu ambiente de trabalho como um dos fatores mais importantes para a escolha do seu empregador e 69% deles trocariam outros benefícios por um ambiente de trabalho melhor. A revista Harvard Business Review trouxe, no último mês, uma pesquisa sobre felicidade no ambiente de trabalho em que 89% dos entrevistados dizem ser mais felizes em espaços de trabalho compartilhado, enquanto 82% dizem que expandiram sua rede profissional nesses ambientes.

Em meio às grandes mudanças culturais dos novos tempos - como globalização, urbanização das cidades, revolução tecnológica - somadas à busca, cada vez maior, por propósito no ambiente profissional, ganham espaço ambientes que estimulam a inovação, a criatividade e, especialmente, a colaboração em prol de objetivos individuais e coletivos. Pessoas, cultura e comunidade são o cerne do futuro do trabalho. Podemos repensar a arquitetura de nossos espaços, nossos prédios e nossas cidades, mas o grande diferencial está na capacidade de profissionais e organizações se reinventarem e se reconectarem entre si.

A tecnologia mobile e os mercados globalizados descentralizaram o poder - e a ascensão de máquinas e novas tecnologias tornaram possível uma economia mais competitiva. A evolução tecnológica tem feito com que o mundo se torne uma grande comunidade global interconectada. Temos a opção, nesse contexto, de nos fecharmos para nós mesmos e contra todos ou abraçar a oportunidade com coragem e resiliência, reconstruindo e humanizando juntos o futuro do trabalho.

*João Arthur Paes - Diretor de Comunidade da WeWork no Rio de Janeiro
**Os artigos assinados são de total responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião dos editores e da Câmara de Comércio Americana do Rio de Janeiro.
Agenda

mantenedores

OURO

  • Praça Pio X, 15 / 5º andar – Centro
    CEP: 20040-020 – Rio de Janeiro/RJ
  • + 55 (21) 3213-9200
    Fax: 55 (21) 3213-9201
  • amchamrio@amchamrio.com
Redes AmChamRio
  • COPYRIGHT © 2012.